sábado, 3 de março de 2018

Semana pedagógica

Foto: Carmenzenilda
Veja as nossas fotos

Semana de Planejamento da Equipe  Docente e demais servidores da Escola Paulo Freire


Participantes: Todos os profissionais da escola
Data do Encontro: 26/02/2018 à 02/03/2018
Local: EMEF Profª Paulo Freire   
Horário: 8h  às 12h e das 14h  às 18h  
Nº de participantes: professores e demais servidores.
                                Formadores:  Equipe gestora .

FORMAÇÃO CONTINUADA  NO AMBIENTE DE TRABALHO

                    “ Afetividade, Protagonismo e Confiança da Equipe Escolar.

Lema: Saber lidar com as emoções no ambiente escolar é imprescindível, pois o aluno é ser individual pensante que constrói o seu mundo, espaço, conhecimento com sua afetividade. E com todos os outros sentidos de percepção, expressão, crítica e imaginação.
                                                                                                                                 Fernando Gluszczak

Objetivos do encontro:

v  Discutir afetividade, protagonismo e confiança da equipe escolar.
v  Fazer uma autoavaliação da Unidade Escolar no contexto de aprendizagem a que a mesma  se encontra a partir das questões norteadoras: quem são os responsáveis pela e/ou triste produção deste cennario? O que é possível fazer/(re)fazer? Onde está o problema da aprendizagem dos alunos desta Unidade Escolar?
v  (Re)elaborar Plano de Intervenção, com metas e prazos definidos, para elevação e fortalecimento da aprendizagem escolar.
v  Discutir o regimento escolar da escola.
v  Re(definir) os procedimentos e critérios da avaliação da aprendizagem escolar: distribuição de pontos no decorrer do bimestre e para o instrumento avaliativo com data e hora agendadas pela unidade escolar; tipos de questões (objetivas e subjetivas); tipos de instrumentos avaliativos, etc,
v  Informar sobre o preenchimento das Fichas de Acompanhamrnto para alunos com dificuldades (comprovada pelo diagnostico).
v  Possibilitar que os alunos “especiais” dependendo da deficiência, realizem as avaliações bimestrais na biblioteca.
v  Definir calendário de avaliação a cada bimestre.
v  Informar, por meio de comunicado oficial, aos pais e alunos, com no mínimo uma semana de antercedência ao início das avaliações bimestrais os conteúdos que serão avaliados em cada disciplina e o períodos e horários de cada avaliação e colocar no painel da escola os conteúdos  e horário das avaliações.
v  Discutir o papel da escola enquanto um dos agentes responsáveis pelo respeito à diversidade no contexto escolar, bem como promotora de inclusão social;
v  Colocar em discussão o direito à Educação Básica de qualidade e sua correlação com as práticas vivenciadas no ambiente escolar, garantindo a equidade;
v   Seminário de  boas praticas, deverá ser apresentado nas Hp,s  pelos  professor em regência de classe ou pessoal de espaços pedagógicos que desenvolveram projetos de relevância e destaque no ambiente escolar. Esse seminário deverá ser apresentado por meio de painéis e outros recursos.
A discussão sobre a temática “Seminario de Boas Praticas” deverá considerar os seguintes aspectos:
A Prática;
Os Desafios ;
Os Aprendizados;
v   Discutir a BNCC(Base Nacional Comum Curricular) para adequação do plano de curso.
v  Colocar em discussão as diferentes modalidade de avaliação para fundamentar as práticas pedagógicas da escola.

Objetivos de aprendizagem:
v  Ampliar compreensão sobre os aspectos que compõem o fazer pedagógico na garantia dos direitos à aprendizagem e sua efetiva realização no espaço escolar;
v  Compreender os resultados apresentados pela escola como instrumentos de avaliação da aprendizagem e do ensino;
v  Sensibilizar a escola e seus sujeitos, acerca da importância de olhar de perto a complexidade de seus dados de aprendizagem para dar sentido ao fazer educativo na unidade de ensino;
v  Possibilitar a compreensão dos instrumentos que revelam a partir da atuação da escola, do professor, através das avaliações, do acolhimento, da metodologia do trabalho desenvolvido a concepção que a escola pratica no seu cotidiano.
v  Replanejar as atividades pedagógicas e projetos a partir de análise dos dados de aprendizagem com foco na melhoria do desempenho dos estudantes da escola.



Conteúdos: 
v  Discussão do Regimento Escolar.                      
v  Base  Nacional Comum Curricular BNCC;
v  Matrizes Curriculares da Prova Brasil. 
v  Os Doze Direitos de Aprendizagem.
v  Indicadores de aprendizagem (Diagnósticos, Mapas de desempenho, Estatísticas, IDEB e Registros de Desenvolvimento da Aprendizagem);
v  Analise dos instrumentos avaliativos da escola como: diagnósticos, estatísticas final das turmas, gráficos da distorção idade/série e reprovação e aprovação e relatório final da turma.
v  Elaboração do plano de ação e plano de curso.
Textos
                * Vídeos: música,  Mário Sérgio Cortela e Luckesi
    * Proposta curricular – página : modalidade de avaliação
    * Guia Prático da BNCC.  
     * Capítulos da BNCC por ano.
     * Direitos de Aprendizagem.
Recursos.
Tabela do IDEB,  Resultado e diagnostico final de 2017 e inicial 2018 1º bimestre;
Data show, cabo P2, extensão e Notebook;
Xérox dos materiais a serem utilizados.

Roteiro de trabalho  1º dia -  26-02-2018
08hs: Acolhida ao grupo  pela Equipe Gestora.
Agradecimentos  a Deus com Oraçao  “Pai Nosso.”
Apresentação da equipe.
08h:30min  Leitura e socialização da pauta do encontro.
08:50 min Os acordo para 2018
09:hs Momento literário – Vídeo “Enquanto houver sol” Titãs
Estratégia: Breve comentário sobre o vídeo: música;  após exibição do vídeo  garantir um pouco de tempo para manifestações acerca das impressões sobre o vídeo.
 INFORMES: Reunião de Pais, Programa (Câmara Mirim), Recursos financeiro PDDE, + EDUCAÇAO, Preenchimento das Ficha de Acompanhamento dos alunos com “Necessidade Especiais”, Acompanhamento dos professores pelo Coordenador pedagógico, Ficha de Acompanhamento dos alunos pela Orientadora Educacional, Cronograma de atendimento do laboratório e sala de leitura Organização dos livros didáticos, kits dos professores,...
10h às 10:15 INTERVALO
10hs:15 as 12hs-
Apresentação do Projeto (Câmara Mirim), com a Profª Gabriela representando a Câmara Municipal de Marabá.
  TARDE
14hs – Momento literário – música (Almir Sater -Ando devagar ) –
 Apresentação do vídeo de Mário Sérgio cortella – entrevista à  Nova Escola
Chuva de idéias a cerca do tema: Afetividade a partir das consignias etc: Como você  ver a afetividade no processo  ensino-apredizagem
14:20min- às 16hs Leitura compartilhada das modalidades de avaliação.
 Destacar as seguintes questões: (01) De acordo com a leitura sobre as  de avaliação , qual delas contempla a  proposta da escola?
 (02) A partir da leitura o que precisa ser reconsiderado na prática da escola para a garantia dos direitos de aprendizagem e uma educação de qualidade para os alunos?
16h às 16:15 INTERVALO
16:15min às 18:hs - Análise do rendimento de aprendizagem escolar: (IDEB, OBMEP, SisPAE )-Gráficos e estatiticas.
Fazer uma autoavaliação da escola do contexto de aprendizagem a que a mesma se encontra a partir das consignas a seguir:
Ø  O que os instrumentos avaliativos nos revelam?
Ø  Sabemos que a família muitas vezes é ausente na escola e busca transferir sua responsabilidade somente para a escola. Em vista disso de quem é a culpa pelo fracasso escolar do aluno?
Ø  Quem são os responsáveis pela feliz e/ou triste produção deste cenário? O que é possível fazer/(re) fazer? Onde está o problema da aprendizagem dos alunos da Escola Paulo Freire? 
O que podemos fazer para melhorar o processo ensino-aprendizagem na Escola Paulo Freire?
Ø  Discussão  dos critérios de avaliação contido no Projeto Politico Pedagógico da escola.
Re(definir) os procedimentos e critérios da avaliação da aprendizagem escolar: distribuição de pontos no decorrer do bimestre para as adequações dos novos critérios de acordo com a proposta.
   Dividir os participantes por grupo para definir os critérios avaliativos, entregue por escrito a equipe.
  Socialização dos critérios

       Roteiro de trabalho  2º dia -  27-02-2018  Terça –feira

08:hs  Acolhida
Momento literério – música Companheiro ( Maria Eugênia). Após uma atividade de relaxamento com profº Fábio.
08:30min às 12hs
Ø  Leitura discussão do Regimento Escolar.
Ø  Escolha dos professores representantes das turmas.

TARDE
14:hs às 18:00min  
Momento literário Musica Lulu Santos ( nada do que foi será)
Ø  Trazer a experiência da professora Andreia como mostra dos seminários que será apresentado no decorrer do ano.
Ø   Elaboração do Plano de Ação para o Ano letivo 2018 com metas e ações com prazos definidos para elevação e fortalecimento da aprendizagem escolar e que esteja em consonância com o Projeto Político Pedagogico da escola.
   
3º dia-  28-02-2018 – quarta-feira
Manhã
08:h Momento literário
08:hs- A Educação Especial no Contexto da Escola Paulo Freire com o apoio de um profissional da Educação Especial (SEMED). Profª Josy
 10h às 10:15min INTERVALO
Continuação da pauta sobre Educação Especial com a Profª Josy
Tarde:
14:hs- Momento literário
Organização das equipes para a (re)elaboração do Plano de Curso e Planejamento com bases no que foi discutido durante o encontro.
16h às 16:15min INTERVALO
 Apresentação do tema: Base Nacional Curricular Comum
  Guia Prático da BNCC ( LDB 9394/96) e os Direitos de Aprendizagem dos Alunos.( DOZE DIREITOS) 
 : Encaminhamento: Organizar os grupo de professores por disciplina  e entregar material da BNCC para cada grupo alinhar o plano de curso, considerando as avaliações externas como: SisPAE,  Prova Brasil, OBMEP.
Formar grupos por disciplina.

4º e 5º dia – 01 e 02-03-2018
Ø  (re)elaboração do Plano de Curso e Planejamento
Ø  Elaboração do Plano de Ação Escolar.
Ø  Socialização dos trabalhos realizados: Apresentação do Plano de Ação, Plano de curso, ficha de observação do professor e acompanhamento do aluno, preenchimento das fichas dos alunos com “necessidades especiais” cronograma da biblioteca e laboratório de informática.
18:h –ENCERRAMENTO
Avaliação da Semana Pedagógica.